O Eneagrama é um sistema preciso e profundo que descreve nove padrões de comportamento e seus diferentes níveis de consciência, ajudando, assim, as pessoas a evoluírem pessoal e profissionalmente. O Eneagrama original foi criado na antiguidade e sua origem ainda é incerta. No início do Século XX, ele foi introduzido indiretamente no Ocidente, com o trabalho do filósofo George I. Gurdjieff.

O Eneagrama das personalidades foi desenvolvido na década de 70, com a Escola de Árica, por Oscar Ichazo e pelo psiquiatra chileno Cláudio Naranjo, que se tornou uma importante referência do tema no mundo e um eficiente divulgador do sistema. A partir daí, muitos estudiosos e autores do Eneagrama em todo o mundo ajudaram a desenvolver e tornar mais acessível os ensinamentos do Eneagrama.

A eficácia do eneagrama e seu valor prático na psicoterapia, na psicologia e na psicanálise transpessoal já foram devidamente comprovados. Nos dias atuais, as grandes empresas estão contratando especialistas em Eneagrama para atuar junto aos responsáveis pelo setor de RH e, muitas vezes, usando-o como reforço de outros testes psicológicos internacionalmente conhecidos como o MBTI, o IMPI e a Escala de Autoavaliação de Milton-Illinois.

Quem faz o curso percebe a complexidade e a dificuldade que existe para que a pessoa se autoavalie adequadamente, levando-se em conta que não existe pessoa alguma cuja personalidade se enquadre, cem por cento, em um único tipo.

É preciso ter a orientação de um profissional que o ajude a abrir o leque dos subtipos de comportamento e a descobrir o ponto de estresse e o ponto de segurança, bem como ajudá-lo a entrar em contato com o princípio fundamental que se perdeu de vista ao criar as máscaras sociais.

Em outras palavras, a pessoa perceberá quais os processos de defesa por ela utilizados, inconscientemente, que propiciaram a mudança da Consciência Superior para a inferior, o distanciamento do Reino da Essência para o da personalidade.

A partir deste trabalho, para aquele que realmente procura o caminho da autotransformação, abre-se, de forma deslumbrante, a porta secreta das respostas que tanto procuramos:

  • “Quais as lições que eu trouxe para aprender?”,
  • “Quais os desafios que estão presentes na minha vida?”,
  • “Quais as armadilhas colocadas por mim mesmo no meu caminho?”,
  • “Qual a verdadeira missão da minha alma?”

E então, para alcançar o objetivo último do progresso pessoal (que só depende do próprio indivíduo), o Eneagrama aponta para as qualidades, para os pontos fortes de cada tipo de personalidade, traz à Consciência os Dons do Espírito, a fim de que a pessoa descubra o que ela mesma pode fazer para incentivar o seu progresso e, assim, atender ao chamado da sua Alma.

ESTE É O CAMINHO DA CONVERSÃO DA PAIXÃO EMOCIONAL (VÍCIO) PARA A VIRTUDE!

É oportuno lembrar a advertência dos sábios:

  • O Eneagrama não pode ser aprendido apenas intelectualmente.
  • É necessária uma vivência real de cada um dos seus aspectos.
  • É preciso deixar claro que não existe um tipo melhor nem pior que outro, que não existe um tipo mais certo ou mais errado.
  • Todos os tipos, sem exceção, têm o seu lado distorcido, mas também têm o seu lado luminoso!

Ao se trabalhar com o Eneagrama, sem orientação, a pessoa incorre num grande erro: ela pensa que, para evoluir, é preciso deixar de ser daquele tipo para passar a ser de outro. Com a devida orientação profissional a pessoa se descobre, se “aperfeiçoa” e desperta sua Essência, sem deixar de ser o que É. E isso é a grande maravilha ou o “milagre” que se opera no interior de cada um.

Sergio Negri

Author Sergio Negri

More posts by Sergio Negri

Leave a Reply

um × quatro =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

All rights reserved Salient.